Voltar
28-02-2017

Assaltado e sem telefone, folião cria celular fake para enganar ladrões no carnaval



A Polícia Militar de Minas Gerais ainda não divulgou um balanço, mesmo que prévio, das ocorrências registradas desde o início do Carnaval de Belo Horizonte. No entanto, só de acessar as redes sociais já dá para se ter uma ideia de que os furtos de celulares são "pedras no sapato" dos foliões na capital mineira. 

Para tentar não passar raiva com uma situação que tem virado recorrente, quem gosta dos desfiles dos blocos e não quer tomar prejuízos pelos furtos dos aparelhos pessoais ganhou uma "ajuda" no mínimo pitoresca.

Uma dentre muitas pessoas que tiveram o celular furtado no começo da folia na capital mineira, o ator Fabiano Lana encontrou, à sua maneira, uma forma engraçada de ludibriar os assaltantes . Por meio de sua página oficial no Facebook, Fabiano ensina como produzir um "celular fake". 

"Foi furtado no carnaval de BH assim como eu? Dê o troco! Serre um pedaço de madeira do tamanho do celular (pode ser de caixote), pinte de preto ou envelopa ele com fita isolante (se quiser deixar ele legal) escreva otário na superfície e coloque vários no seu bolso e saia pro bloco", postou Lana em sua página do Facebook. 

Além de ensinar a confeccionar o "celular fake", Lana já produziu algumas peças e, inclusive, pretende usá-las neste domingo. Perguntado por uma de suas seguidoras na rede social se a tática havia dado certo, o ator comentou: "Ainda não, hoje (sábado) não fiquei na muvuca! Amanhã (domingo) vou me infiltrar mais no meio dá multidão!", prometeu.

Assaltado e sem telefone, folião cria celular fake para enganar ladrões no carnaval



  Sobre

Este site tem o objetivo de divulgar notícias da área de Tecnologia.

  Recentes
  Contatos
  

contato@elimorais.com.br.