Voltar
03-11-2015

China disponibiliza nova linha telefônica contra espionagem



A Chinana reforçou a luta contra a vigilância estrangeira com uma nova linha telefônica para que seus cidadãos denunciem as atividades que considerarem suspeitas, a segunda a ser ativada no país.A divisão provincial do Escritório de Segurança Nacional de Jilin (nordeste do país, na fronteira com a Coreia do Norte) criou um serviço telefônico para que os cidadãos denunciem qualquer indício de espionagem, segundo a imprensa local.
O órgão incentiva os chineses a fornecer informação sobre agentes que tentarem conseguir segredos de Estado, promover o separatismo ou, em geral, prejudicar a segurança da China.
Também estão na mira os cidadãos chineses que trabalham para terceiros, já que, segundo as autoridades, é prática comum que centros de inteligência estrangeiros paguem grupos ou indivíduos locais em troca de informação sobre o exército e o Partido Comunista ou de fotografias de instalações militares.
Em comunicado oficial, o departamento encarregado dos trabalhos antiespionagem acrescenta que, se for certificada a veracidade das informações, as autoridades recompensarão quem tiver colaborado. Caso as informações estiverem erradas e causarem algum prejuízo, as pessoas "terão que assumir suas responsabilidades".
Essa é a segunda iniciativa do tipo na China depois do serviço ativado na província sulina de Hainan, e ambas as linhas telefônicas demonstram a vontade do governo de blindar o exército, já que tanto em Jilin como em Hainan há importantes bases militares e industriais, segundo especialistas chineses.


O serviço de Jilin ainda não está tão desenvolvido e, por enquanto, os cidadãos que quiserem delatar algum espião terão que pagar pelas ligações.


China disponibiliza nova linha telefônica contra espionagem



  Sobre

Este site tem o objetivo de divulgar notícias da área de Tecnologia.

  Recentes
  Contatos
  

contato@elimorais.com.br.