Voltar
23-11-2016

Evite fraudes e não cair numa roubada na Black Friday



A principal orientação é fazer um mapeamento dos preços dos produtos para identificar as melhores ofertas e garantir o produto pelo melhor preço

O comércio paraibano e boa parte dos consumidores esperam ansiosos a chegada da Black Friday, que começa oficialmente à 0h (horário de Brasília) desta sexta-feira (25).  Como é de costume, há promessas de grandes descontos, mas também um grande risco do consumidor cair em fraudes. 

Especialistas reuniram dicas importantes para que os consumidores não caiam em uma roubada. De acordo com a Frente Brasileira de Proteção e Defesa do Consumidor (Frebracon), os consumidores devem estar atentos desde o momento em que planejam o que comprar até a escolha dos sites. Só assim é possível evitar armadilhas das chamadas maquiagens de preços e problemas de segurança no varejo online. Ainda segundo ele, o consumidor deve pensar antes de comprar na forma de pagamento e nos prazos de entrega.

PESQUISA DE PREÇO
O advogado Moisés Mota, presidente da Frebracon, orienta o consumidor fazer um mapeamento dos preços dos produtos para identificar as melhores ofertas e garantir o produto pelo melhor preço, já que muitas vezes o estoque pode acabar rapidamente. "Isso previne ainda que se caia em maquiagens de preços", ressaltou. O Procon-JP divulgou uma lista de preços de alguns produtos em pesquisa realizada uma semana antes da Black Friday. Confira aqui.

Empresas de dados sobre o varejo eletrônico brasileiro indicam que os preços sejam pesquisados nos sites próprios dos varejistas ou naqueles de comparação de preços, como Buscapé e Zoom. Confira abaixo uma lista de sites úteis para acompanhar promoções:

www.blackfriday.com.br

www.blackfridaymonitor.com.br/

www.blackfriday.com.br/lojasparticipantes

www.buscadescontos.com.br

www.dicadepreco.com.br

www.econovia.com.br/

www.cuponation.com.br/

www.baixou.com.br/

www.cybermondaybrasil.com.br

www.jacotei.com.br

www.buscape.com.br

www.melhorembarque.com.br

www.zoom.com.br

www.blackfridaydeverdade.com.br

OFERTAS 

 Você deve verificar se o produto desejado realmente está em promoção. "As empresas aumentam gradativamente o preço do produto durante a semana para quando chegar no dia da Black Friday dá um desconto de 50% que não existe", diz o publicitário Ruy Dantas. O publicitário orienta o consumidor para evitar a promoção artificial. "Se um vinho custa R$ 200,00 e existe uma oferta de R$ 50, desconfie, principalmente das lojas não tão conhecidas que pedem o pagamento em boleto bancário ou transferência bancária", ressaltou o publicitário. De acordo com o advogado Moiseis Mota, as lojas virtuais não são obrigadas a colocar todos os seus produtos em oferta. Elas podem selecionar alguns itens de seu portfólio. "Se a indicação não estiver visível ao selecionar o produto desejado, tente tirar sua dúvida com a loja por meio dos canais de contato disponibilizados no site", recomenda. 

 O presidente Frebracon, em caso do consumidor se deparar com ofertas enganosas, deve entrar em contato com os sites de defesa do consumidor, como Procon, Frebracon e ReclameAQUI - este último tem uma aba voltada especialmente para a data, em que os consumidores podem relatar problemas.


Evite fraudes e não cair numa roubada na Black Friday



  Sobre

Este site tem o objetivo de divulgar notícias da área de Tecnologia.

  Recentes
  Contatos
  

contato@elimorais.com.br.