Voltar
07-12-2016

No futuro, papel higiênico será a única coisa desconectada



É com uma frase meio exagerada que Eugene Kaspersky, especialista em segurança digital, resume a capacidade atual da internet das coisas, com toda essa quantidade de dispositivos inteligentes, de celulares e carros a máquinas de lavar.
"O papel higiênico será a única coisa não conectada no futuro", exagera o fundador da fabricante de antivírus russa Kaspersky, durante evento com jornalista latino-americanos, em Moscou, nesta terça-feira (6).
Yevgeny Valentinovich Kaspersky, nome real de Eugene, é um analista e executivo de 51 anos, nascido em Novorossiysk, Rússia. Após se formar em um instituto patrocinado pelo Ministério de Defesa Russo e pela KGB, a polícia secreta russa, Eugene começou a se interessar mais por cibersegurança em 1989. Fundou a empresa de antivírus Kaspersky Lab, em 1997. Os clientes em mais de 200 países da empresa, que protege 400 milhões de usuários, levaram Eugene à condição de reconhecida fonte quando o assunto é cibersegurança.




  Sobre

Este site tem o objetivo de divulgar notícias da área de Tecnologia.

  Recentes
  Contatos
  

contato@elimorais.com.br.