Voltar
06-11-2015

TRAGÉDIA DAS BARRAGENS DE MARIANA: O que se sabe sobre o rompimento – VEJA 3 VÍDEOS COM IMAGENS FORTES




O que se sabe sobre o rompimento das barragens em Mariana (MG)

Do UOL, em São Paulo
Bento Rodrigues foi tomado pela lama que saiu das barragens e ficou devastado
Algumas perguntas sobre o rompimento de duas barragens em Mariana, no interior de Minas Gerais, permanecem sem resposta. Mas outras questões já estão claras. Veja o que se sabe até o momento sobre a tragédia:

1 – Onde ficam e quais são as barragens que se romperam?
São as barragens do Fundão e de Santarém, que ficam no subdistrito de Bento Rodrigues, a 35 km do centro do município de Mariana, cidade histórica mineira a 124 km de distância de Belo Horizonte.

2 – A quem pertencem as barragens?
À mineradora Samarco, empresa fundada em 1977 que produz pequenas bolas de minério de ferro usadas na produção de aço. A Samarco é controlada pela Vale e pela anglo-australiana BHP Billiton. Ela opera em Minas Gerais e no Espírito Santo e é a 10ª maior exportadora do país. Após a tragédia, a empresa suspendeu as atividades de mineração na região.

3 – O que as barragens continham?
Lama resultante do rejeito da produção de minério de ferro. De acordo com a Samarco, o rejeito é composto, em sua maior parte, por areia e não apresenta nenhum elemento químico danoso à saúde .

4 – Quando as barragens se romperam?
Na tarde de quinta-feira (5), por volta de 15h30. A barragem do Fundão, que é maior, se rompeu primeiro.

5 – O que aconteceu com o subdistrito de Bento Rodrigues?
Foi tomado pela lama que saiu das barragens e ficou devastado. A avalanche destruiu a maioria dos imóveis. Cerca de 500 pessoas ficaram desabrigadas e foram resgatadas pelo Corpo de Bombeiros. Eles abandonaram as casas e fugiram para partes altas do distrito, mas afirmaram que nenhum sinal de alerta foi emitido. A Samarco admitiu que avisou moradores somente por telefone.

Os resgatados passam por descontaminação para evitar potenciais danos causados pelo ferro. Eles foram levados para um ginásio e um colégio de Mariana. A Samarco ofereceu transferência para hotéis.

6 – Outros municípios foram afetados?
Sim. Há relatos de outros locais atingidos. O detrito das barragens tomou conta, por exemplo, do rio Gualaxo e já chegou ao município de Barra Longa, a 60 km de Mariana e a 215 km de Belo Horizonte.

7 – Quantas pessoas morreram e quantas estão desaparecidas?
Até o momento, há a confirmação de uma morte, a de um homem que sofreu um mal súbito ao ver a avalanche de lama. Nesta sexta, um segundo corpo foi localizado em Rio Doce, cidade da Zona da Mata a 100 km da região do acidente . O Corpo de Bombeiros chegou a estabelecer relação entre esta vítima e o rompimento das barragens, mas voltou atrás e mudou a informação.

Ao menos sete pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas. Seis já tiveram alta. Até o momento, o Corpo de Bombeiros trabalha com o número de 13 desaparecidos — são 12 funcionários de empresas que trabalham para a Samarco e um trabalhador da própria mineradora.




                        TRAGÉDIA DAS BARRAGENS DE MARIANA:  O que se sabe sobre o rompimento – VEJA 3 VÍDEOS COM IMAGENS FORTES



  Sobre

Este site tem o objetivo de divulgar notícias da área de Tecnologia.

  Recentes
  Contatos
  

contato@elimorais.com.br.